As empresas de hoje estão sob constante pressão para lançar novos recursos e atualizações mais rápido do que nunca. Para atender a essas demandas, muitas organizações recorreram às práticas de DevOps. Por exemplo, integração contínua (CI) e entrega contínua (CD).

Os pipelines de CI/CD são projetados para encurtar e otimizar o ciclo de feedback entre desenvolvimento e operações. Eles estão permitindo que as empresas iterem rapidamente em novos recursos e os coloquem nas mãos dos usuários o mais rápido possível. No entanto, esses pipelines geralmente podem apresentar seus próprios desafios, como longos tempos de espera para feedback ou dificuldade de rastreamento de problemas.

Portanto, antes de passar para a consulta principal, vamos primeiro explicar esses termos para melhor compreensão.

O que são loops de feedback do DevOps?

Como o nome sugere, os ciclos de feedback do DevOps são os ciclos de feedback entre as diferentes equipes envolvidas no desenvolvimento e nas operações de um aplicativo de software. Esses ciclos de feedback visam garantir que todos estejam na mesma página. Além disso, não há gargalos no processo de desenvolvimento.

DevOps é a forma abreviada de desenvolvimento (Dev) e operações de TI (Ops). Portanto, é um método que combina tanto o desenvolvimento quanto as operações no desenvolvimento de software. Essa abordagem contemporânea se concentra na velocidade, qualidade e colaboração. Enquanto nos modelos tradicionais, o desenvolvimento e as operações eram duas entidades diferentes com objetivos diferentes. Eles trabalhavam em silos separados. No entanto, o modelo DevOps se concentra na integração das equipes de operações e desenvolvimento em todo o ciclo de vida de desenvolvimento de software (SDLC).

Por exemplo – um desenvolvedor escreve código e o submete ao repositório central. Depois disso, a equipe de operações pega esse código e o implanta no servidor de produção. Há um ciclo de feedback constante entre essas duas equipes. Portanto, se houver algum problema no código, a equipe de operações pode enviar rapidamente esse feedback para a equipe de desenvolvimento. E o desenvolvedor pode corrigir o código e enviá-lo novamente. Dessa forma, o ciclo de feedback otimizou o processo encurtando os ciclos de feedback do DevOps.

No entanto, os ciclos de feedback do DevOps são bastante cruciais porque ajudam a melhorar a qualidade do desenvolvimento de software. Eles também garantem que os recursos sejam entregues no prazo. E de acordo com as expectativas do cliente. Além disso, loops de feedback longos ou nenhum loop de feedback podem resultar em vários problemas. Além disso, também atrasa o processo de desenvolvimento de software e a entrega. Isso impacta ainda mais negativamente o relacionamento entre as operações de TI e as equipes de desenvolvimento.

Quais são alguns ciclos de feedback e como eles funcionam em uma organização DevOps?

Existem dois loops de feedback, loop de feedback de amplificação e loop de feedback de balanceamento. O loop de feedback amplificador também é conhecido como loop de reforço ou aceleração. É o ciclo de feedback positivo.

O loop de feedback de balanceamento é o oposto do loop de feedback amplificador porque é um loop de feedback negativo. Vamos analisar mais detalhadamente esses ciclos de feedback e como eles funcionam no DevOps:

Amplificando o loop de feedback

Um loop de feedback amplificador é um loop de feedback positivo onde a saída do sistema amplifica a entrada. Em outras palavras, o sistema obtém mais do que já está recebendo. Por exemplo, o código enviado pelo desenvolvedor é bom. Assim, o código é implantado na produção sem problemas. Isso resulta em um cliente feliz que adora os novos recursos e conta a todos os seus amigos sobre o excelente novo produto. Como resultado, a empresa obtém mais clientes e mais negócios.

Ao amplificar o ciclo de feedback, a mudança vai em uma direção, levando a uma mudança de maior magnitude. O objetivo deste ciclo de feedback é acelerar o processo . Ao mesmo tempo, o loop de feedback de balanceamento desacelera ou interrompe o processo. Em uma organização DevOps, um loop de feedback amplificador pode ser criado entre as equipes de desenvolvimento e operações. Para continuar o exemplo anterior, vamos supor que o código enviado pelo desenvolvedor seja de boa qualidade. Assim, a equipe de operações pode fornecer feedback rapidamente à equipe de desenvolvimento. Como resultado, o desenvolvedor pode corrigir o código e confirmá-lo novamente.

Balanceamento de loop de feedback

Em contraste, o loop de feedback de equilíbrio é um loop de feedback negativo. Isso ocorre porque a saída do sistema reduz a entrada. Em outras palavras, o sistema recebe menos do que já está recebendo. Por exemplo, o código enviado pelo desenvolvedor tem erros. Portanto, o código não é implantado na produção. Como resultado, o cliente está insatisfeito porque não está obtendo os novos recursos que esperava. Esse loop de feedback também é conhecido como loop de feedback negativo porque se opõe ou retarda o processo. Este ciclo de feedback visa trazer o sistema de volta ao equilíbrio.

O ciclo de feedback de equilíbrio funciona entre as equipes de desenvolvimento e operações em uma organização de DevOps. Por exemplo, vamos supor que o código enviado pelo desenvolvedor tenha erros quando esse código for entregue à equipe de operações. Eles rapidamente dão feedback à equipe de desenvolvimento, destacando os erros e problemas. Eles enviam o código de volta para o desenvolvedor. Como resultado, o desenvolvedor pode corrigir o código e confirmá-lo novamente. Dessa forma, o loop de feedback tenta garantir um código de boa qualidade enquanto otimiza os loops de feedback do DevOps.

Ambos os ciclos de feedback são imperativos em uma organização DevOps. Eles ajudam a acelerar o processo de desenvolvimento de software e a entrega. Além de avançar no relacionamento entre as operações de TI e as equipes de desenvolvimento. Para otimizar os loops de feedback do DevOps, é importante usar esses dois loops de feedback. Eles devem ser usados juntos para encurtar o ciclo de feedback e melhorar a qualidade do código.

types of feedback

Diferença entre sistemas de notificação e loops de feedback

Um mal-entendido comum entre pessoas novas no DevOps é incapaz de diferenciar entre um sistema de notificação e um loop de feedback. Eles consideram que o sistema de notificação e o ciclo de feedback são a mesma coisa. No entanto, ambos são importantes e servem a propósitos diferentes no DevOps. Portanto, um sistema de notificação é uma forma de obter informações sobre eventos ocorridos. Por exemplo, você pode receber uma notificação quando uma compilação falha ou um teste é executado. Alguns tipos comuns de sistemas de notificação são e-mail, Slack e HipChat.

Em contraste, o ciclo de feedback tem tudo a ver com obter feedback sobre os eventos. Por exemplo, você pode receber comentários sobre os resultados do teste ou o status da compilação. Os loops de feedback são importantes porque ajudam você a entender o que está acontecendo em seu sistema. E eles também ajudam você a identificar problemas precocemente. Os tipos comuns de loops de feedback no DevOps são registro, monitoramento e alertas. Portanto, é imperativo ter um sistema de notificação e um ciclo de feedback. Mas não entenda mal a diferença entre os dois.

O que é Integração Contínua (CI) e Entrega Contínua (CD)

Muitas vezes, as pessoas usam os termos CI e CD de forma intercambiável. No entanto, são dois conceitos diferentes. Tanto o CI quanto o CD desempenham papéis importantes no DevOps, mas têm propósitos diferentes.

Integração Contínua (CI)

Essa prática de entrega de software mescla as cópias de trabalho do desenvolvedor a uma linha principal compartilhada. O objetivo do CI é evitar o inferno da integração. Isso pode ocorrer quando vários desenvolvedores estão trabalhando na mesma base de código. Além disso, também ajuda a detectar erros antecipadamente e evitar surpresas de última hora ao lançar novos recursos ou produtos. A integração regular ajuda você a detectar erros rapidamente e localizá-los com mais facilidade. Deve ser incorporado em testes unitários automatizados e construção. Para que toda vez que o código for confirmado na linha principal, ele acionará automaticamente uma compilação. E executa um conjunto de testes para verificar a exatidão do código.

Entrega Contínua (CD)

CD é a abordagem para automatizar e monitorar o processo de entrega de software. Para que o software seja liberado para usuários/clientes da forma mais rápida e confiável possível. É um procedimento contínuo que começa com um commit no sistema de controle de versão. E termina com o software sendo implantado em produção. O objetivo principal do CD é garantir que o software esteja sempre em um estado de implementação. Assim, pode ser liberado para produção a qualquer momento.

No entanto, o CD requer um alto nível de automação para implantar software com frequência e confiabilidade. Portanto, o processo de entrega de software inclui a automação da construção, teste e implantação do código. Além disso, os pipelines de CD são frequentemente usados em conjunto com o CI. Assim, toda vez que o código é confirmado, ele passa automaticamente pelo pipeline e é implantado na produção se passar em todos os testes.

CI/CD

Como otimizar os ciclos de feedback do DevOps?

Otimizar os ciclos de feedback do DevOps é importante por vários motivos. Como mencionado anteriormente, ele ajuda a melhorar o desenvolvimento de software e a qualidade da entrega. Também garante que os recursos sejam entregues no prazo e de acordo com as expectativas do cliente. Há muitas maneiras de otimizar o ciclo de feedback no DevOps. Alguns deles são mencionados abaixo:

Selecione o tipo relevante de loop de feedback

O primeiro passo é selecionar o tipo relevante de loop de feedback. Você pode escolher entre os dois ciclos de feedback no DevOps - amplificação e balanceamento. Os loops de feedback amplificadores são aqueles que reforçam o estado atual. Por outro lado, as alças de equilíbrio são aquelas que ajudam a manter o equilíbrio. Você precisa entender o tipo de ciclo de feedback que será mais eficaz para sua equipe. E então implementá-lo de acordo.

Descubra os ciclos de feedback existentes

A próxima etapa é descobrir os ciclos de feedback existentes em sua organização. Pode haver alguns loops de feedback que já estão presentes, mas não estão sendo usados na verdade. É importante identificar esses ciclos de feedback e determinar como eles podem ser usados de forma mais eficiente.

Evite dívidas técnicas

A dívida técnica deve ser evitada para melhorar a otimização dos ciclos de feedback. A dívida técnica é a decisão tomada pela equipe para entrega rápida em vez de otimizar o código. Para evitar isso, é importante ter uma compreensão clara dos trade-offs envolvidos. Aja nas notificações e alertas imediatamente para corrigir quaisquer problemas e pendências que possam surgir. Em seguida, automatize o processo para que você possa se concentrar em tarefas mais importantes.

Receba feedback de fontes humanas

Além de coletar feedback de fontes automatizadas, também é importante receber feedback de fontes humanas. Isso ajudará você a ter uma ideia sobre a experiência do usuário . E como o software está sendo usado no mundo real. Peça feedback à equipe de DevOps e a você mesmo. Além disso, receba feedback dos clientes e de outras partes interessadas. Isso ajudará você a entender os diferentes aspectos do processo de desenvolvimento de software.

Defina problemas específicos

A definição de problemas específicos é importante para a otimização dos ciclos de realimentação. A primeira coisa é esclarecer o problema que você está tentando resolver. Então, depois de definir o problema hoje, você precisa rastreá-lo ao longo do tempo para evitar problemas futuros.

Automatize o ciclo de feedback

Automatizar o ciclo de feedback é importante por vários motivos. Primeiro, ajuda a melhorar a eficiência do processo. Além disso, melhora a qualidade do feedback que você recebe. Você pode automatizar o ciclo de feedback usando ferramentas diferentes. Algumas das ferramentas populares são Jenkins, Travis CI e CircleCI. Essas ferramentas ajudam a automatizar o processo de desenvolvimento de software.

Treinando a equipe

É importante treinar a equipe para usar o ciclo de feedback de forma eficaz. A equipe deve estar ciente das diferentes etapas envolvidas no processo. Além disso, eles devem ser treinados o suficiente para fornecer feedback útil e confiável. No entanto, implementar um ciclo de feedback não é suficiente. Você precisa ter certeza de que ele está sendo usado de forma eficaz. Junto com isso, o feedback deve ser acionável. Caso contrário, não terá utilidade.

Incentive a colaboração

Incentivar a colaboração é importante para a otimização dos ciclos de feedback. O erro mais comum que as empresas cometem é incentivar os silos. Isso leva a uma perda de informações e pode criar problemas. Em vez disso, as empresas devem incentivar a colaboração entre diferentes equipes. Isso ajudará a melhorar a qualidade do ciclo de feedback. Além disso, também ajudará a reduzir o tempo necessário para obter feedback.

Use as ferramentas certas

Há várias ferramentas disponíveis para loops de feedback de DevOps. Mas nem todos eles são adequados para sua organização. Você precisa usar as ferramentas certas que atendam aos seus requisitos organizacionais. Algumas das ferramentas populares são Jira, Slack e HipChat. Essas ferramentas ajudam a melhorar a eficiência do ciclo de feedback.

DevOps

Otimizando os loops de feedback do DevOps na integração e entrega contínuas

A integração contínua (CI) e a entrega contínua (CD) otimizam significativamente o ciclo de feedback do DevOps. CI/CD ajuda a encurtar o ciclo de feedback automatizando o processo de desenvolvimento de software. As alterações de código são frequentemente integradas à ramificação principal em integração contínua. Isso ajuda a evitar os problemas de integração que podem surgir devido ao atraso nas alterações de código. Por outro lado, a entrega contínua ajuda a entregar as alterações de software aos usuários com frequência. Ele ajuda a obter feedback sobre as alterações dos usuários rapidamente.

Tanto a integração contínua quanto a entrega contínua desempenham papéis cruciais para aumentar a qualidade do feedback. Eles também suportam a economia de tempo automatizando o processo. Essas abordagens são as mais adequadas para o desenvolvimento de software de microsserviços porque suportam a entrega rápida de projetos e aplicativos complicados. No entanto, minimizar as ineficiências e maximizar a eficácia do pipeline só pode ser alcançado na presença do ciclo de feedback correto. É por isso que escolher a tecnologia de feedback loop correta é essencial para o sucesso. Nesse contexto, as ferramentas de pipeline de CD e CI podem ajudar bastante na otimização do ciclo de feedback do DevOps. Mas, se você quer melhorar ainda mais o processo, precisa focar em outros aspectos. Isso inclui coisas como automação de teste, monitoramento e registro.

No entanto, ferramentas ilimitadas estão disponíveis no mercado e nem todas as ferramentas precisam atender às suas necessidades. Portanto, você deve selecionar as ferramentas com base nas necessidades do seu projeto. Por exemplo, você pode usar o Azure DevOps Services para gerenciar seu processo de desenvolvimento de software se estiver usando o Azure. As outras alternativas podem ser Jenkins, CloudBees CI, Google Cloud build, Circle CI, etc.

Você pode usar qualquer uma dessas ferramentas para otimizar o ciclo de feedback em seu pipeline de CI/CD. Mas certifique-se de selecionar aquele que melhor se adapta aos requisitos do seu projeto. Estabelecer um canal de comunicação entre as equipes de desenvolvimento e operações também é obrigatório. Isso irá beneficiá-lo, garantindo que o feedback seja transmitido de forma correta e eficiente.

Portanto, você não pode estabelecer um ciclo de feedback eficaz sem entender o fluxo de trabalho e o processo. Além disso, certifique-se de que o feedback seja repassado às pessoas certas para que possam tomar as medidas apropriadas. Por fim, não se esqueça de monitorar o ciclo de feedback para ver se está funcionando conforme o esperado. Isso permitirá que você otimize o ciclo de feedback e tire o máximo proveito dele.

Alguns princípios-chave de Integração e Entrega Contínua

Com base em uma extensa pesquisa, compilamos uma lista de princípios-chave que ajudarão você a otimizar seu ciclo de feedback.

Automatize a implantação

O principal objetivo da integração contínua é garantir que as alterações de código sejam integradas ao branch principal com frequência. Isso ajuda a evitar os problemas de integração que podem surgir devido ao atraso nas alterações de código.

Para isso é necessário automatizar o processo de integração e entrega de código. Isso ajudará a economizar muita energia e tempo. Além disso, também ajudará a evitar erros humanos.

Ciclos de feedback curtos

É essencial ter ciclos de feedback curtos para obter feedback rápido sobre as mudanças. Isso ajudará a identificar os problemas em um estágio inicial e corrigi-los adequadamente. Lado a lado, melhora a qualidade do feedback. Ciclos de feedback curtos economizarão muito tempo e esforço a longo prazo.

Pipeline de teste

Outro princípio fundamental da otimização do loop de feedback é ter um pipeline de testes. Isso ajudará a testar as alterações de código antes de serem implantadas no ambiente de produção. Há apenas uma maneira de conseguir isso, e é implantando e testando o código.

Teste e construção instantâneos

Novas alterações de código devem ser testadas e construídas instantaneamente após serem confirmadas. Isso ajuda a evitar os problemas de integração que podem surgir devido ao atraso nas alterações de código.

Consistência de feedback

De acordo com este princípio, os resultados do processo de IC devem ser consistentes. Isso só pode ser alcançado se as alterações de código forem testadas e construídas regularmente.

Entrega agnóstica de ambiente

A entrega de alterações de código não deve depender do ambiente. Isso só pode ser alcançado se o código for implantado em um ambiente separado. O objetivo disso é manter a máxima portabilidade. Vários outros princípios podem estar lá para ajudá-lo a otimizar seu ciclo de feedback. Mas estes são os mais importantes. Portanto, mantenha-os em mente ao configurar seu ciclo de feedback.

Empacotando

A codificação pode ser divertida e emocionante, mas, ao mesmo tempo, pode ser um pouco desafiadora. Para evitar os desafios, você deve estabelecer um ciclo de feedback eficaz. Isso ajuda a obter feedback rápido e evitar problemas de integração que possam surgir devido ao atraso nas alterações de código. Para executar seu ciclo de feedback sem problemas, é essencial ter uma compreensão clara do fluxo de trabalho e da automação de processos. Para evitar a confusão de codificação, você pode preferir o AppMaster, uma plataforma sem código que torna seu trabalho mais fácil e rápido. Com a ajuda do AppMaster, você pode criar aplicativos web e móveis junto com um back-end poderoso. Ele tem vários recursos que podem ajudá-lo a otimizar seu ciclo de feedback.

Perguntas frequentes

Quais são os principais benefícios do CI/CD?

Transparência, colaboração, ciclos de feedback mais curtos e processos automatizados são os principais benefícios do CI/CD. Além disso, evita erros humanos, economiza tempo e esforço e aumenta a qualidade do feedback.

Qual é a principal diferença entre CI e CD?

A principal diferença entre CI e CD é que CI trata de alterações de código, enquanto CD trata de implantações de código. No entanto, tanto o CI quanto o CD são essenciais para um ciclo de feedback eficaz. Eles trabalham lado a lado para alcançar o objetivo comum de feedback mais rápido e qualidade aprimorada.

Quão importantes são os ciclos de feedback?

Os ciclos de feedback desempenham um papel vital no bom funcionamento do processo de CI/CD. Eles ajudam a obter feedback rápido e evitam os problemas de integração que podem surgir devido ao atraso nas alterações de código.

O que funciona bem mesmo na ausência de automação?

O princípio do loop de feedback de "teste cedo e com frequência" e "procedimentos de revisão de código " ainda funciona mesmo na ausência de automação. No entanto, não é tão eficaz quanto com a automação. Pode ser melhor para código de qualidade ao lidar com um loop de feedback de amplificação ou reforço.

As tarefas presas em backlogs podem resultar em problemas?

Sim, tarefas travadas em backlogs podem resultar em problemas. Quando as alterações de código não são implantadas regularmente, isso pode levar a problemas de integração.