Mais e mais aplicativos estão sendo desenvolvidos em plataformas sem código. É mais conveniente e rápido, dá mais flexibilidade e liberdade e não exige que você conheça linguagens de programação. Esses são os benefícios tanto para desenvolvedores quanto para 'desenvolvedores cidadãos'. Mas o no-code também tem suas desvantagens, e uma das principais é a segurança.

A confidencialidade dos dados e sua proteção no desenvolvimento são um dos pontos mais importantes. Infelizmente, as plataformas sem código nem sempre lidam com essa tarefa e são mais suscetíveis a ataques. Discutiremos que tipo de problemas de segurança você pode encontrar e como evitá-los neste artigo.

O que há de errado com nenhum código?

De acordo com a avaliação de benchmark, 93% dos aplicativos analisados violaram vários OWASP MASVS. Problemas comuns incluíam:

  • tamanho de chave insuficiente;
  • dados vazados;
  • falta de uso de certificado seguro adequado;
  • transmissão de dados não criptografada por HTTP.

As estatísticas são assustadoras. Quase todos os aplicativos não executam o gerenciamento de segurança adequado.

Instrumentos sem código às vezes colocam você em maior risco. Quando um chamado desenvolvedor cidadão usa a ferramenta sem código de terceiros, há muitas possibilidades de ataques de malware. Primeiro, falta de conhecimento de um usuário não desenvolvedor, depois não há verificação de como e com quais ferramentas a plataforma sem código é protegida.

As questões de segurança do no-code são a maior preocupação do movimento. Há ampla chance de expor os dados confidenciais da empresa ao usar software não confiável.

O que afeta a vulnerabilidade de segurança de plataformas sem código?

Armazenamento de aplicativos na nuvem

Ao colocar seus produtos em armazenamento em nuvem pública, você se expõe a possíveis riscos. Os usuários da plataforma não têm controle sobre a privacidade de tais plataformas. Portanto, eles não podem ter certeza de que os dados serão protegidos.

A solução para o problema é usar serviços de nuvem verificados que possuem certificação internacional e conformidade com a ISO.

Em geral, qualquer plataforma em nuvem deve fornecer três aspectos principais da segurança dos dados do cliente: confidencialidade, integridade e disponibilidade.

A solução ideal é colocar o aplicativo em serviços totalmente controlados pela própria empresa.

Problemas de acesso a dados

Os dados são a fonte primária na operação do aplicativo. Portanto, a questão do acesso a ela muitas vezes se torna o principal problema. Quando você trabalha com plataformas sem código, esse processo é difícil de controlar. Suponha que você possa restringir o acesso aos dados para diferentes tipos de usuários, corrigir logins, restringir o acesso por tempo e acessar determinados tipos de informações. Nesse caso, você pode aumentar facilmente o nível de segurança de seus produtos.

Infelizmente, nem todas as ferramentas oferecem essa funcionalidade. Portanto, esse é outro ponto a ser considerado ao escolher uma plataforma sem código.

Shadow IT

A chamada shadow IT, qualquer ferramenta digital usada fora do controle do departamento de TI ou sem o seu consentimento, coloca as empresas em risco ainda maior. Essas ferramentas geralmente incluem plataformas sem código que não possuem um sistema de segurança confiável.

Como, na maioria dos casos, o desenvolvimento sem código é feito por pessoas que não têm formação técnica, novamente, fora do departamento de TI, sem saber, eles podem disponibilizar informações importantes publicamente.

Baixa visibilidade

Embora as tecnologias sejam chamadas sem código, isso não significa que não haja código algum. Sua geração é ocultada do usuário que trabalha com componentes de plataforma prontos. É também um dos problemas significativos para os desenvolvedores.

O código pode ser modificado de fora durante ataques cibernéticos, que o desenvolvedor pode não conhecer.

Tecnologias de criptografia de chave pública, mecanismos de assinatura digital e plataformas que operam de acordo com a certificação ISO 27001 são usadas para mitigar os riscos.

Além disso, você pode enfrentar vários outros problemas ao desenvolver aplicativos sem código.

Abrindo seus sistemas para atacar. Sem código, geralmente há menos barreiras à entrada de invasores. Isso pode facilitar a exploração de vulnerabilidades e o acesso aos seus sistemas.

Dificuldade em rastrear a origem de uma violação. Se ocorrer uma violação, pode ser um desafio determinar de onde ela se originou. Isso pode dificultar a correção do problema e evitar futuras violações.

Componentes de código aberto. Em projetos que usam componentes de código aberto, os hackers podem usar a publicidade de exploits a seu favor.

Mitigação de riscos

Ações bastante simples podem minimizar os riscos de segurança:

  • trabalhar com software de fornecedores confiáveis e confiáveis;
  • disponibilidade de certificados de plataforma confirmando a conformidade com os padrões internacionais de segurança de software;
  • controle de acesso: quem tem acesso à plataforma e quais ações eles estão autorizados a realizar;
  • implementar proteção adicional de dados essenciais;
  • colocar as próprias ferramentas sem código, bem como aplicativos prontos em serviços de nuvem comprovados (por exemplo, AWS, Google e Microsoft Azure são considerados confiáveis);
  • não armazene dados confidenciais em aplicativos sem código: evite armazenar dados confidenciais, como números de cartão de crédito, senhas e informações pessoais;
  • se você precisar manter esse tipo de dados, criptografe-os e armazene-os em um local seguro;
  • mantenha seu software atualizado: garanta que seus dados estejam protegidos mantendo o software atualizado.

Segurança no AppMaster

O AppMaster prioriza a segurança da própria plataforma e a segurança de seus aplicativos.

Como os dados são protegidos na plataforma?

Conformidade com OWASP

O Open Web Application Security Project (OWASP) fornece recursos gratuitos sobre segurança de aplicativos. O AppMaster segue suas orientações e recomendações para garantir que você use um produto seguro e confiável.

Registro abrangente

Utilizamos as melhores soluções de coleta e gerenciamento de logs. O login de aplicativos gerados pode ser configurado em grande detalhe.

Controle de acesso

O acesso a todos os sistemas é baseado em funções. O acesso aos dados não é possível sem o consentimento do titular dos dados.

Tolerância a falhas e backup

O sistema tem um backup automático: se um servidor cair, o outro assume imediatamente.

Modelo de responsabilidade compartilhada

Você protege os aplicativos e integrações que desenvolve com políticas de privacidade definidas pelo usuário.

Amazon Web Services

O AppMaster é executado no Amazon Web Services e é compatível com SOC 2, CSA e ISO 27001.

Recuperação de dados

Você pode acessar a recuperação de dados pontual. Se você implantar um recurso que afeta seus dados, poderá restaurar os dados de um momento anterior.

Criptografia HTTPS

Cada conexão feita com o AppMaster é criptografada de ponta a ponta por HTTPS com TLS v1.3.

Conclusão

Para mitigar os possíveis riscos de implicações sem código, é essencial considerar cuidadosamente as implicações de segurança do uso de ferramentas sem código e tomar medidas para proteger seus dados. Pode incluir a implementação de medidas de segurança mais robustas, como criptografia e autenticação multifator, e monitorar de perto o acesso a informações confidenciais. Além disso, é importante manter-se atualizado sobre as ameaças de segurança mais recentes e manter seus sistemas corrigidos e atualizados regularmente.