Tornar-se um web designer qualificado é um processo multifásico que requer esforço e trabalho árduo:

1. É necessário aprender os princípios básicos de concepção e planeamento de um site e como seguir as melhores práticas.

2. É preciso ter experiência prática na concepção dos seus próprios sítios, não apenas seguindo e construindo exemplos, mas realmente concebendo e construindo os seus próprios sítios.

3. Uma vez dominado o processo de concepção, é altura de obter um site de portfólio para mostrar o seu trabalho.

Contudo, desenhar e construir um site a partir do zero requer seriedade. Primeiro, precisa de aprender as noções básicas que o ajudarão a compreender o marketing e o design que está por detrás de ter um sítio web de sucesso. Assim que tiver experiência, poderá candidatar-se a postos de trabalho com uma escala de remunerações mais ampla.

Um guia definitivo sobre como se tornar um web designer

O processo de criação de websites chama-se web design. Inclui vários elementos, tais como design gráfico, criação de conteúdos, e design de sítios web. O design de sítios web é teoricamente um componente de um campo mais vasto de desenvolvimento da web, embora as frases sejam frequentemente tratadas de forma intercambiável.

Para criar o estilo desejado, os web designers empregam uma variedade de programas e recursos de software, incluindo Dreamweaver, Photoshop, e muitos mais. Para produzir um layout bem sucedido, os web designers devem considerar o seu mercado-alvo, o objectivo do site, e o valor estético do design.

De que qualificações precisa para ser um designer de sítios web?

Não existe uma resposta única para esta pergunta, uma vez que as qualificações necessárias para ser um designer de sítios web podem variar dependendo da função específica e da empresa. No entanto, algumas competências e capacidades gerais são frequentemente requeridas ou desejadas pelos criadores de sítios web.

As competências essenciais de um designer de sítios web incluem sólidas capacidades de design visual, criatividade, e um olho para os detalhes. Os designers de sítios web devem ser capazes de criar designs visualmente apelativos e de fácil utilização que satisfaçam as necessidades e objectivos dos seus clientes ou empregadores. Devem também ser capazes de pensar de forma criativa, para apresentarem soluções de design únicas e inovadoras. Além disso, os designers de sítios web devem considerar os requisitos do público para criar designs polidos e de fácil utilização.

Para além de fortes capacidades de design, os designers de sítios web devem também compreender as tecnologias de desenvolvimento web. Muitos designers de sítios web são também responsáveis por codificar ou desenvolver os seus designs em sítios web de trabalho. Assim, é essencial um bom conhecimento de HTML, CSS, e outras tecnologias de desenvolvimento web. Além disso, os designers de sítios web devem ter boas capacidades de comunicação para colaborar eficazmente com clientes ou empregadores e transmitir a sua visão de design. Embora não haja uma resposta fixa à questão de quais as qualificações necessárias para ser um criador de sítios web, as competências e qualificações acima enumeradas são frequentemente preferidas.

Como iniciar uma carreira na concepção de sítios web?

A melhor forma de iniciar uma carreira na concepção de sítios web pode variar dependendo das suas competências e experiência individuais. No entanto, existem algumas dicas gerais que o podem ajudar a começar neste campo. Em primeiro lugar, é vital ter uma boa compreensão de HTML, CSS, e outras linguagens de desenvolvimento web. A codificação não é necessária na concepção, mas é ainda uma habilidade que pode melhorar o seu trabalho. Portanto, pode ser útil aprender as noções básicas de HTML e CSS, etc.

web designer

Em segundo lugar, pode ser bom criar um portfólio do seu trabalho para mostrar as suas competências a potenciais empregadores. Por muito hábil que seja um web designer, ninguém acredita em si se não tiver provas. Portanto, precisa de uma carteira do seu trabalho para outros ou de amostras para comercializar as suas competências. Sem uma carteira, não conseguirá encontrar trabalho. A maioria dos clientes e empresas não estão muito interessados na sua formação académica. Muitas pessoas nem sequer estarão interessadas em saber há quanto tempo está a conceber websites. Estão mais interessados no seu portefólio.

Uma carteira de desenho web é um ficheiro digital que contém amostras dos seus projectos de desenho web. Websites completos, projectos anteriores, maquetes, aplicações, estilos, temas, imagens e outros materiais podem ser encontrados numa carteira de web design. Fique imaginativo - isto é suposto ser a parte agradável da sua jornada de web design! Uma vez que é um web designer genuíno, publicar o seu portfólio de web design no seu próprio site faz sentido. Para exibir com sucesso as suas amostras, aconselhamos a manter os conceitos da sua colecção de web design no mínimo.

Finalmente, o trabalho em rede com outros profissionais da área também pode ser uma óptima forma de colocar o seu pé na porta da indústria de web design. O web design pode ser o paraíso de um introvertido. Pode parecer ser um trabalho onde se passa a maior parte das suas horas isolado, absorto no computador, e sem necessidade de interagir com as pessoas. No entanto, tudo isto é rebuscado. Os web designers competentes devem ser bons comunicadores para se darem bem com os seus clientes freelancer e os seus colegas no ambiente de marketing de uma empresa. Independentemente dos seus conhecimentos, o webdesign necessita de mais do que uma pessoa.

Como resultado, a prática das suas capacidades de comunicação é crucial. Dá-se bem com os seus potenciais clientes? Pode trabalhar eficazmente com vários outros especialistas, tais como artistas gráficos e programadores web? Consegue seguir as instruções do seu supervisor e aplicar eficazmente os princípios do web design a essas instruções? Tenha sempre em mente que uma boa comunicação pode salvar ou arruinar um negócio.

Posso ensinar-me a ser um web designer?

Depende da sua experiência anterior e das suas competências. Contudo, se estiver motivado e tiver uma boa compreensão dos princípios básicos de web design, pode ensinar-se a si próprio a ser um web designer. Muitos recursos estão disponíveis online e em bibliotecas para o ajudar a aprender os princípios básicos de web design. Assim que compreender os princípios básicos, pode começar a experimentar e a desenvolver o seu estilo único. Para se tornar um web designer profissional, terá de investir tempo e esforço no aperfeiçoamento das suas competências. Poderá fazê-lo através de cursos, participação em workshops, e leitura de blogs e artigos de design. No entanto, a melhor maneira de aprender é fazendo, por isso, criar muitos projectos práticos.

Qual é a base do web design?
Aprender a base do web design é vital antes de saltar para o mundo do design. Websites que sejam de fácil utilização e bem sucedidos irão aderir ao envolvimento do utilizador, UX, padrões e padrões. UX é essencialmente uma colecção de padrões que todos os utilizadores procuram enquanto utilizam um site, incluindo compatibilidade móvel, cores apelativas, e design simples. O UX é crucial porque determina a taxa de salto de um site, o que afecta todo o sucesso da ideia e o seu potencial de mercado. Assim, ao conceber um sítio web, é melhor começar por ter em mente o UX.

Contudo, não há um conhecimento fixo, e terá de se manter actualizado à medida que o UX evolui com as tendências do design da web. E estas tendências desenvolvem-se e acabam rapidamente. O que as pessoas querem num ano; não gostam num outro. À medida que avança com os seus esforços de concepção de sítios, tenha isso em conta. Mesmo depois de ter uma carreira na concepção de sítios web, ainda estará a adquirir novas competências nesta área.

Quanto tempo demora a tornar-se um web designer?

É difícil dizer, pois o tempo que leva a tornar-se web designer pode variar dependendo de vários factores. No entanto, é geralmente possível tornar-se web designer dentro de alguns meses a um ano se tiver alguma experiência prévia com design gráfico ou codificação. Adquirir as competências necessárias pode demorar um pouco mais, se começar do zero. A melhor maneira de aprender web design é através da prática, por isso é crucial encontrar uma experiência do mundo real para complementar os seus conhecimentos teóricos. Há muitas formas de o fazer, tais como trabalhar em projectos pessoais, participar em fóruns e comunidades em linha, ou fazer trabalho freelance. Com alguma dedicação e esforço, é possível tornar-se rapidamente um web designer proficiente.

Depende da sua educação/conhecimento prévio.
Se for versado em tecnologia, será mais fácil para si. Talvez esteja ciente das noções básicas essenciais. Pode seguir as noções básicas para alcançar os níveis avançados quando conhece as noções básicas.

Quer conheça ou não alguma concepção e codificação de web
Está à frente de muitos se já conhece algum design e codificação da web. A tecnologia é um campo onde é preciso estar à frente dos outros e aprender novas competências diariamente. Ajudaria se fosse adepto de ferramentas que o possam ajudar a melhorar o seu web design.

Está a aprender do zero?
Aprender do zero significa aprender a andar no campo da web design. Por isso, vai ser difícil. Primeiro, vai precisar de conhecer o básico e depois começar a sua verdadeira viagem. É por isso que vai levar tempo, mas acabará por dominar as competências.

É apaixonado por web design?
A sua paixão pelo web design é tudo. Se for apaixonado por ela, dominá-la-á mais rapidamente do que pensa. É uma habilidade complexa que pode ser simples se for apaixonado por ela. Quando se gosta de algo, pode-se facilmente focar nele sem se distrair. Portanto, poderá aprendê-la com facilidade.

Tem tempo para investir na aprendizagem de web design?
A beleza das competências é que as pode aprender. Mas elas precisam de horas extensas para serem dominadas. Têm essas horas para investir? Se sim, parabéns. Utilize essas horas e torne-se um profissional na concepção de páginas web.

  • Está disposto a fazer esse esforço?
  • Pode criar algumas amostras?
  • Tem um portfólio?
  • É capaz de comunicar eficazmente?
  • Consegue trabalhar em equipa?
  • Está activo em comunidades de web design em linha?

Se a sua resposta às perguntas acima é 'Positivo', pode tornar-se um web designer mais rapidamente. Use o seu tempo, competências e rede de trabalho com sabedoria e torne-se um web designer profissional.

A webdesign é uma boa carreira?

Não há dúvida de que o web design é uma carreira promissora. É um campo altamente criativo e desafiante que lhe permite utilizar as suas capacidades artísticas e técnicas para criar websites excepcionais. Existem milhões de sítios Web activos, e necessitam de actualizações constantes. Cada sítio web precisa de um designer que o torne bom, bonito e apelativo para envolver os visitantes. Milhões de websites significam trabalho para milhões de webdesigners.

web designing

A procura de web designers está constantemente a crescer à medida que cada vez mais empresas e organizações requerem websites de aspecto profissional. Isto significa que o webdesign tem muita segurança de emprego, e normalmente é possível encontrar trabalho mesmo em tempos económicos difíceis. Além disso, os webdesigners podem trabalhar eficazmente a partir de casa em várias plataformas. Podem escolher o seu local de trabalho, desde que tenham os seus dispositivos e Internet. É a segurança no trabalho e a liberdade de trabalhar a partir de qualquer lugar que se queira.

Tipos de webdesigners
Os web designers podem ser classificados como freelancers, empregados de agências, ou aqueles que trabalham directamente (internamente) para uma organização.

  • Freelancers

Uma vez que trabalham efectivamente para si próprios, os web designers freelance devem gerir e publicitar os seus negócios, ao mesmo tempo que concluem os projectos de design para os quais são contratados.

Seria melhor se pesasse assim a flexibilidade de escolher as suas próprias tarefas contra o esforço necessário para gerir a sua empresa e atrair clientes. Por vezes, obterá clientes altamente remunerados a partir de uma plataforma, mas outras vezes será mal pago. Além disso, encontrará clientes ocasionalmente. Portanto, é uma luta constante para manter um rendimento consistente.

  • Empregados de agências

Operar para uma empresa proporciona estabilidade e alguma previsibilidade financeira, mas já não está no controlo. A agência decide por si, pelo seu trabalho, e pelos seus clientes. Tudo é independente do seu estado de espírito e do seu horário.

As empresas podem especializar-se em sectores ou nichos específicos, com impacto no quanto gosta de lá estar. Se não gostar de um nicho em particular, os empregadores não vão rejeitar esse negócio. Assim, poderá acabar por odiar o seu trabalho.

  • Web Designers internos

A concepção interna é como outros 9 a 5 trabalhos. Difere dos freelancers e empregados de agências em muitos aspectos. Poderá ter de gerir um website ou uma pequena secção de um único website ao longo da sua carreira. Além disso, terá de aparecer diariamente durante as horas de trabalho e depois partir para casa à noite.

Uma das vantagens de um emprego interno é que não terá de lutar para conseguir clientes diariamente ou semanalmente. Trabalha-se num lugar, dia sim, dia não, e recebe-se um salário. Além disso, não tem de comunicar com os clientes e lidar com eles individualmente ou directamente. Em vez disso, pode ter um chefe, e só tem de lidar com essa pessoa. No entanto, tal trabalho também pode tornar-se enfadonho. Trabalha a mesma rotina cinco dias por semana e não tem qualquer diversidade no seu trabalho. Pode também tornar-se um obstáculo para atingir todo o seu potencial.

Além disso, como qualquer carreira, o web design tem os seus inconvenientes. As horas podem ser longas, e o trabalho pode ser muito exigente. Mas se for apaixonado por web design e estiver disposto a trabalhar no duro, pode ser uma carreira enriquecedora.

Preciso de uma licenciatura para ser web designer?

É uma questão subjectiva, uma vez que os requisitos educacionais para se tornar um web designer podem variar dependendo do tipo de posição que procura. No entanto, a maioria dos empregadores irá geralmente exigir pelo menos um bacharelato em design gráfico, web design, ou um campo relacionado. Além disso, ter uma carteira sólida de trabalhos anteriores é também fundamental para conseguir um emprego neste campo. Portanto, embora nem sempre seja necessário um diploma para se tornar um web designer, pode sem dúvida ajudar na sua procura de carreira.

Em vez de uma licenciatura, a maioria dos empregadores exige que mostre as suas competências. Assim, construir competências através de um diploma ou auto-aprendizagem é essencial. São cruciais em qualquer carreira, pois os pedaços de papel já não são suficientes para lhe dar emprego. As empresas podem pedir uma apresentação, trabalhos anteriores, ou carteira em qualquer plataforma. Em contraste, algumas podem também estar interessadas na sua licenciatura. Para estar no lado seguro, adquira simultaneamente um diploma e competências. Pode adquirir novas competências, melhorar o seu currículo, exigir uma taxa mais elevada, e demonstrar a sua perícia a potenciais clientes através da obtenção de certificados em áreas específicas. Os web designers obtêm frequentemente certificações da Adobe, Google e General Assembly para melhorar as suas competências e ganhar credibilidade.

A codificação é necessária para o webdesign?

A codificação não é estritamente necessária para o web design, mas pode ser extremamente útil na criação de um website que tenha a aparência e funcione da forma que deseja. Com a codificação, tem mais controlo sobre os detalhes do seu sítio web e pode criar características personalizadas que são impossíveis com outros métodos de concepção de sítios web.

Se não tiver experiência em codificação, muitos recursos estão disponíveis para o ajudar a aprender, e muitas plataformas de software de web design não requerem conhecimentos de codificação. Com a codificação, pode criar desenhos e características personalizadas que não são possíveis com outras ferramentas de web design. A codificação pode também ajudá-lo a resolver erros e problemas com o seu sítio web. Pode dar-lhe mais controlo sobre o design do seu sítio web, mas não é necessário. Em última análise, se escolhe ou não aprender a codificar para o desenho da web é consigo, mas é algo que vale a pena considerar se quiser criar um website verdadeiramente único e personalizado.

Se decidir criar o seu próprio produto, mas a codificação não é a sua chávena de chá, não se preocupe. O AppMaster tratará do assunto por si. É uma plataforma de desenvolvimento sem código, onde pode criar aplicações web e móveis. Esta plataforma desenvolve aplicações sem codificação e fornece-lhe o mais forte backend não codificado existente. Em vez de contratar vários programadores para codificar e desenvolver a sua aplicação, o AppMaster é a melhor alternativa. Poupe tempo, esforço, e dinheiro com o AppMaster.